2007-09-21

BWV 1065



Já ouvi tanta música de Bach que me parecia que nada me escapara desse universo extraordinário e vastíssimo. Puro engano! A música é também um mundo de eternas e maravilhosas surpresas. E quando pensávamos que mais nenhuma genialidade nos poderia surpreender....ficamos «de queixo à banda» com um autêntico festival ...de puro génio. Benditos os pianos e as cordas! Benditas as mãos....




4 comentários:

Paulo disse...

É bom passar aqui e fazer estas descobertas. Uma grande surpresa, principalmente Argerich.

Cumprimentos.

Terpsichore E. M. disse...

Lindo, Goldluc!

goldluc disse...

Boa noite, Paulo. É verdade: também para mim a Argerich foi uma agradabilíssima surpresa....apesar de eu achar sempre que o 'menino d'oiro' (Kissin) é brilhante.
Mas depois disto começamos a acreditar que há horas felizes.

Olá, Terp!
Que prazer vê-la de volta! Os indefectíveis... :-)... já estavam preocupados. Que bom ter gostado!!!
Cumprimentos

Moura Aveirense disse...

Obrigada pelas visitas ao meu "canto". Também aqui descubro coisas novas :) Muito bonita esta interpretação.

Bom fim de semana,

Moura Aveirense