2007-09-18

Benedetto Marcello (Veneza, 1686 - 1739)



Não sou muito de insinuar sensibilidades. Gosto do que gosto e fico feliz se alguém gostar comigo. O gosto insinuado soa-me sempre a pedagogia de 'gosto duvidoso'. E a pedantismo balofo. O prazer que se partilha não sobrepõe estatutos. No plano estético há apresentações. Só isso. E ninguém tem o direito de 'conduzir ninguém pela mão'. De um certo ponto de vista não me parece justo.

Logo, isto é apenas uma apresentação. Que me agrada muitíssimo. Merece ser ouvido pelo menos uma vez. Não para gostar. Isso é pessoal. Mas apenas para conhecer.

1 comentário:

Vieira Calado disse...

Comparetilho da sua posição em relação aos gostos.
Um abraço.